segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Calabar: o controvertido personagem histórico



É correto afirmar-se que a Vila do Recife teria surgido por volta de 1536, porém a invasão holandesa a teria ajudado a se construir no principal centro urbano da época holande­sa, principalmente depois das reformas urbanas, feitas pelos arquitetos trazidos por Maurício de Nassau.
Entretanto, os holandeses conseguiram um importante aliado - Domingos Fernandes Calabar - o qual irá viabilizar aos invasores a conquista do Rio Grande do Norte, Paraíba e Alagoas.
Trata-se de um equivoco pensar-se que Calabar teria se passado para o lado dos holandeses, em virtude do mesmo Ter ficado impressionado como o dinamismo e o caráter empreendedor, desenvolvidos durante o período do governo de Maurício de Nassau.
Quando Maurício de Nassau chegou ao Brasil, em 1637, Calabar já havia sido enforcado e esquartejado em 29 de Junho de 1635, por ordens de Matias de Albuquerque.
E conveniente lembrar que a cidade de Porto Calvo, tem em uma das suas superfícies colinosas uma localidade conhecida pelo nome d "Alto de Forca" ou "do Cruzeiro", onde Cala bar teria executado.
Para o historiador Moacir Medeiros de Sant’ana, diante dos documentos hora existentes, argumenta que o ato de Calabar assume uma feição política uma feição moral.
Sob o ponto de vista político o ato de Calabar não constituía - se numa traição, porque trair que? A quem? A que país ou nação? O Brasil naquela época não estava sob domínio de Portugal, mas sim vivendo um momento histórico atípico que a união Ibérica (1580/1640); pois o Brasil era luso - espanhol.
Sob o ponto de vista moral, o ato de pode ser encarado como traição em virtude do mesmo Ter traído os seus irmãos de carne, encaminhado os holandeses para atacarem e sumariamente parte ou totalidade de uma população de uma determinada vila, engenho, povoado ou cidade etc.
Em 1631 o território alagoano começou a se ferir a luta.
Em 1632 o território alagoano começou a figurar como palco de futuras ações bélicas, quando Bragnuolo fez desembarcar em Barra Grande (Maragogi) 700 homens de guerra, sob o comando de D. Antônio Oquendo, com destino ao arraial de Bom Jesus.
A passagem de Cala bar para o lado dos holandeses desequilibraria as forças militares envolvidas no conflito, que agora tornavam - se mais favoráveis para o lado dos holandeses, que contavam com um ótimo conhecedor da região, não apenas do ponto de vista geográfico, mas acima de tudo bélico - estratégico. .
Com base nesta vantagem, os holandeses atacaram com êxito Igarassu, cujo sucesso levou - os a atacarem o Arraial de Bom Jesus, sem, contudo

Obterem nenhum sucesso, culminando em si na morte do comandante das tropas holandesas Rembach.

Diante de tal insucesso, Calabar sugeriu aos holandeses que desviassem a Companhia para Alagoas, onde ele era grande conhecedor da região.

Por Luciano Cavalcante/ Prof de História.

Nenhum comentário:

Postar um comentário