sábado, 18 de janeiro de 2014

A Ponte dos Fonseca, o Riacho Massayó e a Guerra do Paraguai.

 Quando passamos pela Praça Sinimbu no centro da cidade de Maceió observamos uma ponte onde não existe rio; cadê o rio?.
 O curso do rio Maceió que hoje chamamos de salgadinho, passava por essa ponte por atrás do clube Fênix Alagoana ia desborca suas águas na praia do sobral. Segundo Felix Lima Júnior no seu livro Maceió de Outrora, O salgadinho tinha vários nomes, dividia a cidade de Maceió em dois Barrio Massayó; rego da pitanga (hoje bairro do farol) e Reginaldo. O nome do riacho Maceió em relação ao sitio ao engenho, pitanga em relação as suas margens se apresentavam cobertas de pitangueiras, Reginaldo foi a homenagem a Reginaldo Correia de Melo, Juiz de Órfãos da estão vila, tinha esse nome até chegar ponte do poço. Dai até a foz é o salgadinho sofrendo as influencias do atlântico.
Afirma Felix lima Junior “O Aterro do riacho, fazendo-o desaguar na belíssima praia de Jaraguá, incontestavelmente foi , mais do que um crime, um erro”.
Já a Ponte tem uma relação com a guerra do Paraguai, a Mãe do Marechal Deodoro, Dona Maria Paulina da Fonseca mãe de oito filhos, o único que não foi à guerra foi Pedro Paulino. Os que foram à guerra, Três morreram Hipólito, Afonso Aurélio e Eduardo Emiliano.  O nome da ponte foi uma Homenagem à família dos Fonseca aos seus seis irmãos que foram à guerra do Paraguai.
 No governo de Dr.José Bento
Figueiredo a ponte dos Fonsecas foi construída em 13 de janeiro de 1871 sobre o riacho Maceió no custo de 6.500 libras esterlinas. pelo engenheiro Civil Hugh Wilson, tinha 120 m comprimento, 4m de largura, decorada de passeios laterais, calçadas  no centro com paralelepípedos, com oito lampiões grandes. Conforme Felix lima, Em 19 de abril de 1924 uma tromba d’água desceu sobre o Bairro do poço provocando a destruição da ponte. No governo de Costa Rego foi construída outra ponte de cimento armado projetada pelo Francês  Sigaud.







Por: André Cabral.








Nenhum comentário:

Postar um comentário